Salmo 27

O Salmo 27 está contido no livro de Salmos da bíblia, uma partição da sagrada escritura reservada a escritos poéticos. Estes visam exaltar o senhor, contando histórias de sofrimento, superação, amor, peleja e perseverança.

Dentro do Salmo 27 é possível ver muitas dessas características misturadas em vários de seus versículos. Isso porque estes versos têm como tema a devoção e a entrega.

Com esse contexto, veremos como o Salmo 27 pode ser usado para oração em toda sua beleza. Os Salmos são, em sua maioria, atribuídos ao rei Davi.

Significado do Salmo 27

Nestes escritos é possível perceber uma situação de total entrega frente as dificuldades da vida. Já no primeiro versículo vemos a entrega total e confiança completa na força do senhor.

Isso segue através de todo Salmo 27, no qual alguns exemplos de situações são dados. Essas ajudam a exemplificar o tamanho da confiança que o interlocutor deposita no salvador, através de um amor exuberante e humano.

E se estes versículos mostram muito a força da fé, também ajudam a dimensionar a pequeneza da carne. Pois, como ser humano, o interlocutor está sempre a mercer das intempéries da vida.

Qualquer coisa pode acontecer com ele, seja inimigos ou o simples acaso. Mas seu amor no Deus vivo não se abala e, por conta disso, ele busca meio de adora-lo. Portanto, o Salmo 27 não é só um pedido de favores, mas sim a busca por proteção para poder bendizer o altíssimo.

Vemos que a única exaltação das escrituras nesta parte é poder oferecer júbilo as obras de Deus. Portanto, não é algo usado para atacar, mas sim para defender. É uma cabeça curvada perante a um Deus que não se curva a nada.

Portanto, ao orar com o Salmo 27, pode-se ter mais certeza na proteção divina e da própria falhabilidade. Dentro deste contexto somente há uma força, somente um poder.

Oração Salmo 23

O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?

Quando os malvados, meus adversários e meus inimigos, se chegaram contra mim, para comerem as minhas carnes, tropeçaram e caíram.

Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim, nisto confiaria.

Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo.

Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; pôr-me-á sobre uma rocha.

Também agora a minha cabeça será exaltada sobre os meus inimigos que estão em redor de mim; por isso oferecerei sacrifício de júbilo no seu tabernáculo; cantarei, sim, cantarei louvores ao Senhor.

Ouve, Senhor, a minha voz quando clamo; tem também piedade de mim, e responde-me.

Quando tu disseste: Buscai o meu rosto; o meu coração disse a ti: O teu rosto, Senhor, buscarei.

Não escondas de mim a tua face, não rejeites ao teu servo com ira; tu foste a minha ajuda, não me deixes nem me desampares, ó Deus da minha salvação.

Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá.

Ensina-me, Senhor, o teu caminho, e guia-me pela vereda direita, por causa dos meus inimigos.

Não me entregues à vontade dos meus adversários; pois se levantaram falsas testemunhas contra mim, e os que respiram crueldade.

Pereceria sem dúvida, se não cresse que veria a bondade do Senhor na terra dos viventes.

Espera no Senhor, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no Senhor.